segunda-feira, dezembro 12, 2005

2ª pérola



Aqui vemos um artista muito conhecido na Jugoslávia nos anos 60 e 70. Por azar, o Homem tem como apelido Ferrador (e eu até venho de uma família de ferradores). Vai daí, a publicidade da coisa passa pelo dito músico, numa ambiente proletário como convinha na Jugoslávia comunista, a forjar discos de ouros: Mišo Kovać, o forjador de discos de Ouro. Isto até dava para mudar o subtítulo da Bigorna, forja cultural, e passar a "Bigorna, forja de discos de ouro". A última curiosidade é que o disco em causa parece-se brutalmente com os CD's de hoje; este Mišo era um visionário, o Julio Verne da industria discográfica.

Pérola



Ideias para a capa dos Uxu

domingo, dezembro 04, 2005

Patrocina a minha banda!

No próximo dia 14 de Dezembro (4ª feira), a partir das 22h, haverá baile comigo e com os dancing strings (e todos os outros músicos que se quiserem juntar á causa!) no espaço Celeiros, em Évora. Objectivo: muita festa, e ANGARIAR FUNDOS PARA A MINHA CIRURGIA BARIÁTRICA (mais conhecida pelos amigos como banda gástrica) ! Todo o apoio será muito bem vindo, a operação custa os olhos da cara (10 000€), e no hospital não aceitam o pagamento em valsas e mazurcas...
A entrada no baile são 5€ minimo:-)
Conto portanto com TODOS para este evento!
Celina Piedade

quarta-feira, novembro 16, 2005

O regresso do polvo



O cefalópode, novo espaço como musica ao vivo em Lisboa, no espírito da saudosa "Fala Só", mas com mais Jazz e tal; é no Castelo, chama-se "Sítio do Cefalópode". A programação do "Sitio", que concretiza o ecletismo, o bom gosto e a abertura de ideias do Nuno e da Bia. Enfim um "Espaço com Pés e Cabeça". Alguma programação:

Segundas entrada livre

Jazz – Open JAM SESSION

Os baixistas convidam...

Em cada Jam há um convidado especial, que convida à participação. Este mês é dedicado ao (contra)baixo...

Coordenação: Nuno Ferreira

Seg. 14 João Custódio convida...

Seg. 21 Filipe Rocha convida...

Seg. 28 Nelson Cascais convida...

Terças entrada livre

RODA DE CHORO

Encontro semanal dos amantes do Chorinho, género nascido do Rio e sublimado por Pixinguinha...

A Roda é aberta à participação dos músicos volantes...

Quartas entrada livre

2 actividades quinzenais intercaladas

Qua. 16 e 30

“O REVERSO DA PALAVRA”

Traz um livro, um texto, um poema, uma ideia...

“Traz um amigo também.” Só para gentes de palavra!

Qua 23

Encontros de músicos, músicas e danças tradicionais

Folk Jam, convívio, danças, alegria... Danças que se aprendem e ensinam... Este é o primeiro de muitos!

Quintas entrada livre

Qui. 10

Selecta: Nuno Fontes

O espírito do Fala-Só, a força da Bigorna, o repouso inquieto da Alcofa... +info http://alcofa.blogspot.com

Qui. 17

Selecta: Filipe Mendes

RnB, ambience Funky & Jazzy numa noite sensual…

Qui. 24

Live Act with DJ Pissarra

Uma Voz, um Sopro, um Selecta…


terça-feira, novembro 15, 2005

Estes frígios...







Exemplo do modo Frígio tocado a abrir...

quinta-feira, outubro 13, 2005

Uxu na Ribeira

Pelas 23:15, no Mercado da Ribeira, ao Cais Sodré, começam as hostilidades. Apareçam aos molhos!

terça-feira, outubro 11, 2005

BAILE NA RIBEIRA DIA 14 DE OUTUBRO

Os UXUFAMALY (UXUKALHUS) vão deitar a casa abaixo na sexta feira. DART EDDY e VADER RICARDO prometem ritmos de outras galáxias. Apareçam e tragam vontade de dançar! Convertam-se à DARK TRADIONAL FORCE!!!

quarta-feira, outubro 05, 2005

Fanfare Ciocarlia



Tive a sorte de ver estes monstros a tocar no Domingo, no Fórum Lisboa. Grandes intérpretes, grandes músicos, técnica impressionante. Único ponto fraco: tocarem "covers".

Coisas...

Já repararam que Dart (de dart Eddy, em Português, claro) é o inverso de Trad?
Pensem nisso...

E é verdade, houve umas quantas vítimas do experimentalismo gratuito em Évora... quando pegava no "pato" o pessoal até tremia!

sexta-feira, setembro 30, 2005

Arrebenta à Bolha!

A Bolha Intercéltica
Em 1990 surgiu no Porto um festival que se intitulava "Festival Intercéltico do Porto", seguindo o modelo criado nos anos 60, nos países anglo-saxónicos, de festivais de música "folk" (rotulados de "célticos" por se centrarem sobretudo na música da Irlanda, Escócia, País de Gales ou mesmo a Bretanha Francesa, partindo da crença de que estas regiões foram povoadas por povos célticos). Na vizinha Espanha, em plena década de 1970, os vários nacionalismos periféricos, sedentos de afirmar uma identidade própria, ajudaram a cimentar a moda dos "festivais intercélticos", que se tornou cada vez mais visível e sobretudo - rentável, sem grandes preocupações com o rigor histórico da "celticidade" de facto das músicas ou grupos intervenientes - o que por outro lado, tem trazido uma diversidade musical bem-vinda.
Em Portugal nos últimos dois anos, para além dos festivais "veteranos" do Porto ou de Sendim, deu-se uma verdadeira explosão de "festivais intercélticos" - o que parece estranho num país onde a música tradicional tem uma fatia de mercado minúscula, de um mercado musical já de si pequeno. Os agentes culturais parecem ter descoberto tardiamente um rótulo que aparenta vender, mas que já saturou o mercado em muito pouco tempo, com uma oferta musical (constituída sobretudo por grupos de orientação "etno/folk/trad" ) que não é muito diversa, tem pouca novidade nos estilos musicais e não parece querer arriscar em apostar em nomes desconhecidos ou estilos musicais mais sofisticados.
O rótulo "celta" parece ser a nova receita para vender o que são apenas festivais de música "folk", tomando partido de um público que distingue mal o que é música "celta", "folk", "do mundo" ou tradicional, que consome sem grande critério.
Num mercado tão pequeno, adivinha-se que a saturação de várias propostas tão idênticas vá deixar para trás muitos competidores, que cometem o erro de explorar um nicho de mercado onde já existe muita oferta, sem trazerem qualquer vantagem competitiva ou deslocarem a sua actividade para outras ofertas musicais - de que o público beneficiaria.

A "bolha intercéltica" tem dado a ilusão de ser um novo filão, que todos perseguem - até quando?

Fonte: Gaitadefoles.net


Nós reafirmamos a nossa costela visigótico-mourisca. E mai nada. É verdade, agora somos Etno/folk/rock/jazz, atraídos para o lado negro da força musical (que toda a gente sabe que é o Jazz) pelo terrível Dart Eddy. Em breve poderão assistir a essa lenta mas irrevogável transformação num Mercado perto de si (o da Ribeira), lá para o meio de Outubro (por exemplo a 14), se o MC Kim assim o desejar. Que a força esteja convosco, porque ela já está no meio de nós...

sexta-feira, setembro 23, 2005

Novo blog

Do amigo Matias: Trad balls.

Calenddário de danças e coisas completamente diferentes...

quarta-feira, setembro 14, 2005

França

Vamos em Fevereiro a França: 3 de Fevereiro em Montpelier; 4 e 5 em La chapéle naude, a 1 hora e meia de Lyon. Talvez haja mais datas.

segunda-feira, setembro 12, 2005

Datas corrigidas

Afinal as festas do BE serão a 22 de Setembro (Entroncamento) e 23 de Setembro (Salvaterra de Magos). Apareçam no baile

quinta-feira, setembro 08, 2005

tá a bombar a cena dos ditados melódicos, iá

www.teoriamusical.pt

Não sei se já conhecem este site, mas está bem magicado.
Há duas horas que estou a fazer reconhecimento de intervalos e acordes:-)
Vão lá, divirtam-se, e vejam se aprendem alguma coisa...

quinta-feira, setembro 01, 2005

EUREKA!!

Lembrei-me de um nome para o album (lá para 2010!)

POPULARUXO!!

Genial! hem? Sou ou não sou fantástico?

Comentem!

Datas para Setembro

18, Domingo - Guarda (Famalicão da Serra)
22, Quinta (Lisboa ou Entroncamento) - Festa do BE
24, Sábado - Fornos de algodres
30, Sexta - (Lisboa ou netroncamento) - Festa do BE

Esclarecemos desde já que aceitaremos convites de qualquer partido (olha, por exemplo, não nos chateávamos mesmo nada se fôssemos convidados para o palco principal da Festa do Avante) para animar bailes e tal e coisa. Depois de aturada reflexão e acesas discussões entre os badalos, esta foi a posição assumida: vamos, mas mantemos o nosso apartidarismo radical. Por isso, senhores do PS, PSD e afins, começem a mandar convites, que a malta está aí para as curvas. Só aceitamos convites de partidos com assento parlamentar, porque se assim não fôr não estão garantidas as condições mínimas para um baile bem composto.

quinta-feira, agosto 18, 2005

Trabalho duro

Image hosted by Photobucket.com
Exploração do rio Teixeira, num troço em que fomos obrigados a atravessar a nado


Enquanto o resto do pessoal está de férias, este badalo trabalha no duro...
(é verdade verdadinha).

Para a semana vou estar aqui, que a vida não é só trabalho....

sexta-feira, julho 29, 2005

SQUEEZEBLOG

Recente, o SQUEEZEBLOG, o único que conheço em Portugal totalmente dedicado ao ensino e divulgação do acordeão. É da autoria do professor e acordeonista eborense Octávio Martins, a quem tiro o chapéu pela ideia, e enfim, pela iniciativa! Por ora ainda é um jovem blog, a crescer, mas promete muita conversa em torno do acordeão, que, como todos sabem, é o instrumento mais maravilhoso do universo e arredores:-)

quinta-feira, julho 28, 2005

Exemplos deste pessoal




"La chambre bleue" - composition : Stéphane Milleret, extrait (1'16) 1,3 Mo

"Slogan"- composition : Norbert Pignol, extrait (1'27)1,1 Mo

"Delirium tremens" - composition : Stéphane Milleret, extrait (1'41)1,5 Mo






"Ivoirine"- composition : Stéphane Milleret, extrait (1'15) 896 Ko

"César et Monique / A tune for Elsa"- composition : S. Milleret / D. Gourdon, extrait (1'07) 792 Ko

"Le trophée du chameau"- composition : Stéphane Milleret, extrait (1'12) 996 ko



"Circus confetti" - composition : Norbert Pignol, arrangements : N. Pignol / Dédale, extrait (2'55)2 Mo

"No Past"composition : Isabelle Pignol, arrangements : Dédale extrait (0'55) 648 ko





"Décalage horaire" - composition et arrangements :Stéphane Milleret, extrait (1'11) 976 ko

"Banbaloni"composition : Norbert Pignol, arrangements : Obsession, extrait (1'O8) 804 ko

"Vapeur troublante"composition et arrangements :Norbert Pignol, extrait (1'O9)812 ko

Mustradem

Les membres de MusTraDem ne posent pas le métissage en dogme,mais se proposent aujourd’hui de tenir compte du monde tel qu’il est devenu.Il nous importe ainsi de comprendre d’où nous venons pour devenir les artisansde notre propre transformation et de la société dans laquelle nous vivons.Ainsi éviterons-nous les malentendus qui ont amené, à la fin des années 70,l’éclatement du mouvement “folk”et ses dérives communautaristes ;et ne tomberons-nous pas, non plus, dans le piège mondialiste qui voudrait aujourd’hui,à travers des phénomènes de distraction comme la world music, prêter l’alibi du métissage à une inquiétante hégémonie économico-politique.

Tradução manhosa: Os membros de Mustradem não consideram a fusão e a mestiçagem como um dogma, mas defendem que hoje devemos ter em conta o mundo tal como ele é.É importante por isso compreender de onde vimos para nos tornarmos artesões da nossa própria transformação e da sociedade a que pertencemos. Por isso evitaremos os mal-entendidos que levaram no fim dos anos 70 à fragmentação do movimento folk e das seus derivados comunitaristas; e também não cairemos na armadilha mundialista, através de fenómenos de distração como a World Music, onde a pretexto das mestiçagens se legitima uma inquietante hegemonia político-económica.
Subscrevo totalmente.

quarta-feira, julho 27, 2005

Eu sabia!

"Se é verdade que a maior parte dos espécimes coreográficos Portugueses exibe uma configuração tonal, encontramos outros (...) que parecem guardar traços de primitiva configuração modal" ***

Por lo tanto meus amigos, temos é que voltar aos modos, a essência e a diversidade da música de raiz tradicional reside na música modal. Nós nos arranjos da música de baile "modalizamos" a coisa, o que agora está legitimado pelos intelectuais do assunto. Mas há mais:

"Pelo que toca aos Celtas, finalmente, não encontro nos cantos luso-galaicos qualquer carácter especial que se lhes deva atribuir. É certo que pouco ou nada se conhece da música celta, mas (...) ela nada poderia ter de afinidade com a música dos velhos gregos." ***

Mais um mito que cai por terra. Lá se vão os pés de barro dos intercélticos que medram por todos os cantos do país e arredores. Pois, nós é mais música de raizes gregas, visigóticas e tal.

*** Retirado do livro de José Bettencourt da Câmara, "O essencial sobre a música tradicional Portuguesa", Imprensa Nacional - Casa da Moeda

domingo, julho 24, 2005

Cuidados a ter com a flauta

No site de P.G. Bleazey, construtor de flautas e afins, há uma dedicatória à minha pessoa:



Dedicated to Paulo,who plays my recorders in Portugal, sometimes to destruction.

Tudo aconteceu numa manhã en St Chartier, onde depois de tocar umas 5 horas seguidas com uma flauta acabada de comprar, continuei pela manhã a dentro a tocar, até às 12 horas. A diferença de humidade e temperatura rachou a flauta de alto a baixo, e assim, perdi uma flauta e ganhei uma dedicatória.


Manhã de 16 de Julho de 1998.



Baile matinal na mesma ocasião; 2 horas depois a flauta rachava.

segunda-feira, julho 18, 2005

gaitas-de-fole

Um link fresquinho para quem quiser saber mais acerca da gaita-de-fole. É a nova secção do excelente site da Associação Gaita-de-Foles (em Inglês Portuguese Bagpipe Society - acho que tem mais elan!), intitulada Um mundo de Gaitas. Um manacial de informações- História ( um artigo muito interessante e completo acerca da origem, expansão e diversidade da gaita-de-fole) ;Morfologia (os elementos do instrumento, como funciona, e classificação musicológica. Atenção que inclui um magnifico strip tease de gaita, nunca antes visto!); a gaita em Portugal (distribuição, tipos, contextos); e as variadas gaitas que tocam por esse mundo fora (nada mais nada menos que quinze tipologias de gaitinhas, com explanações técnicas, contextualização geográfico-cultural, alusão aos repertórios, fotos, e até mp3) . Os textos são da autoria de José Gomes e Miguel Costa. Fiquei muito impressionada com o trabalho, os meus parabéns á Associação Gaita-de-Foles!

sexta-feira, julho 15, 2005

Andanças UXUKALHUS!!

Estamos aí com a força toda para mais um Andanças.
Vamos deitar a tenda abaixo.
Estou endiabrado, vou partir a loiça toda, e vocês???
Até breve!!

quarta-feira, julho 13, 2005

I´m Back

Olá
É só para dizer que voltei, e para fazer uma linda e brejeira quadra!

Ás Uxinhas e ás suas amiguinhas
Quero dar umas belinhas nas maminhas

Aos Xukalhus e seu vassalus
Quero dar uns xutos nos badalus

Beijinhos, do provedor

segunda-feira, julho 11, 2005

Uxu - beetles formation

Em Loulé fomos 4. O Vasco fez-nos falta, mas a 4 tem o seu encanto: parecia ques estávamos a tocar tudo pela primeira vez. E é verdade, tocamos duas estreias mundiais, uma compsição do Eddy, outra do Vasco + Eddy, sempre com aquele toque especial dos Uxu. Gostámos muito e a coisa funciona na dança e tal.

Entretanto a Olívia abalou para França e levou a mãe com ela. Nós vamos já lá ter a seguir.

quinta-feira, julho 07, 2005

Ensaios

3 dias de ensaios para montar material novo. O sangue volta a correr nas veias dos badalos. Nas artérias é que ainda não sabemos. Para quem fôr a Loulé, ficam a saber que terão surpresas e tal. Ou talvez não...

terça-feira, julho 05, 2005

Sherman



É só para experimentar...

Daqui Eddy - Agora mando eu nisto hehehe!

É só para testar isto!

Estou de Volta!!!!

Pessoal!! Estou de volta ao blog, vamos ver consigo manter-me online!


Cara lavada

A pedido de muitas famílias, mudei o visual da coisa. Passamos de uma cena neo-gótica depressiva para um verde alegre e campestre. Claro que a coisa não é de graça. O compromisso é que os outros badalos escrevam, muitas e muitas vezes. Peço desculpa pelo desaparecimento dos outros comentários, mas a coisa desapareceu sem saber como. Deve ter sido culpa do governo, ou então não. Prometemos mais acção e claro, um CD para breve, montado num cavalo branco, num dia de nevoeiro.

segunda-feira, julho 04, 2005

Vamos a Loulé!!

Mais um baile de Verão com os Uxu kalhus- nós somos a fruta mais fresca da estação a seguir aos DZRT (claro:-))!! Desta vez descemos até ao Algarve, para um belo baile a acontecer dia 10 de Julho pelas 23h, na feira de artesanato de Loulé. O programa musical da feira é bastante interessante, todo virado para a música tradicional- sobretudo a Algarvia- Nomes como as "Moçoilas", "Massa com Feijão", "Moças Nagragadas", "Al'cordeão", e muitos outros. São projectos a conhecer , pelo trabalho louvável que fazem em torno da música Algarvia! Fica aqui o desafio, venham até Loulé!
O programa completo da feira encontram-no aqui.

quinta-feira, junho 30, 2005

Uxu no Pinhal Novo e em Torres Vedras

Amanhã, dia 1, no Festival de Gigantones do Pinhal Novo, Uxu Kalhus a partir das 22:00
Dia 2, Sábado, em Torres Vedras, às 22:30.

Correcção: afinal é lá mais entre 13 e 23 (maisómenus) que a malta se eclipsa para França. O pessoal que ler isto a pensar nas boleias (vocês sabem de quem é que estou a falar), já sabe com o que pode contar.

sábado, junho 25, 2005

Uxu na Sobreda

Na sobreda da caparica, domingo, 26 de Junho.

Local: Solar dos Zagallos – Sobreda da Caparica (Via Rápida da Caparica, direcção Almada/Costa de Caparica – Saída Sobreda – Continuar até centro da Sobreda e proucurar por Solar dos Zagallos

Hora do Baile: 19h00

E dia1 de Julho (Sexta) estaremos no Pinhal novo e dia 2 (Sábado) em Torres Vedras. E dia 11 alguns de nós abalamos para França, para "jamar" nos festivais...

quarta-feira, junho 01, 2005

UXU KALHUS e MÙ em Setúbal

Mais um baile para Xukalhar e Mugir até cair dia 5 de Junho (domingo), desta feita em Setúbal, terra da sarrrdinha, e da arrrrrábida, e do vitórrrrrrrria (e ah, desta vossa acordeonista!!).
A festa é na Praça do Bocage, e começa com os Mú pelas 21h30, seguindo-se os Uxu kalhus.

terça-feira, maio 03, 2005

Uxu a cores

Image hosted by Photobucket.com

MC - Bateria (e respectivo banquinho)
EC - Baixo (o Ferrari dos baixos)
VC - Cordofones e outras cenas tradicionais tipo a misturar sanfonas e violinos
NP - Percussões e sons vocais com reverbe
CP - Acordeão e voz (sem efeitos)
PP - Flautas e uma cena com um nome esquisito

Na foto falta a LG (danças e orientação de bailes) e JN (substituta multifunções de luxo). Para contactos, é o NB, e o mail respectivo é uxukalhus@gmail.com

Uxu

Image hosted by Photobucket.com

A cores...

domingo, abril 24, 2005

25 de Abril

De 24 para 25, pelas meia-noite e pico, tocamos em Évora, na Praça do Giraldo. Oficina de danças é às 18 horas. Não percam, que nós também não...

sexta-feira, abril 22, 2005

Intolerância musical

O antigo cardeal Ratzinger (agora papa Bento XVI), descreve o rock como «expressão de paixões elementares que, nos grandes concertos musicais, assumiu carácter de culto, ou melhor de contra-culto que se opõe ao culto cristão».
Acusa o rock de querer falsamente «libertar o homem por um fenómeno de massa, perturbando os espíritos pelo ritmo, o barulho e os efeitos luminosos».
Quanto à música pop, «ela já não é mais apoiada pelo povo». «Trata-se na minha opinião, de um fenómeno de massa, de uma música produzida com métodos e a uma escala industrial e que se pode qualificar desde já de culto da banalidade», afirma.
O Papa acusa ainda a música de ópera de ter «corroído o sagrado» no século passado e cita a esse propósito o papa Pio X que, no início do século, «tentou afastar a música de ópera da liturgia».

Fonte: TSF, via Ruinas circulares

Comentário do realista:
Vende-se guitarra eléctrica, amplicador de 400 watts e processador de efeitos.
Motivo: religioso.
(Vasco, não te convertas rapaz)


Bem, por agora estamos safos da excomunhão, já que a nossa cena é mais bailaricos e tal (quer dizer, acho que os bailaricos fomentam pensamentos pecaminosos e incitam à luxúria; deve ter sido apenas um lapso ou um esquecimento).

Ouvi dizer que nos meios católicos a ópera tinha passado à clandestinidade:
Num encontro de crismados, dois melómanos clandestinos trocavam óperas de Verdi e Pucini às escondidas do seu director espiritual; na missa de Domingo, aproveitando a confusão da fila para a comunhão, extractos de ópera são intercambiados em formato MP3, iludindo a vigilância dos acólitos. A resistência organiza-se no seio da Igreja.

quarta-feira, abril 06, 2005

Pé no Chão

Image hosted by Photobucket.com

Vanham daí, urbanos, suburbanos e semi-campestres, desentoxicar esses pulmões...
A Celina, eu e a Joana prometemos um bailarico que tão cedo não vão esquecer. O Tony e a Lisou dispensam apresentações; e no Domingo, o lagarto de água aparece de certeza!

terça-feira, abril 05, 2005

SARIQUITÈ

A pedido de várias familias, aqui vai a letra do já grande hit "Sariquité" (cujo titulo nem sequer sabemos se é mesmo assim que se escreve). Em breve poderemos vir a disponibilizar pormenores sobre a recolha de onde retiramos a música. Ou não.Logo se vê. Por ora vai a letra, quem sabe se involutariamente adulterada- È que a k7 era manhosa... Roots!
Cá vai:

Sariquité

Sariquité
ginga ginga e dá ao pé
isto é só para quem é
bailador e levezinho
sariquitó
pé no ar e pé no chão
não haja atrapalhação
pra dançar o corridinho

passo largo e miudinho
um á esquerda e prá direita
quem é que não gosta do nosso corridinho?
quem é que pode nos fazer esta desfeita?
repara nesta leveza
e neste sapatear
tudo a dançar o corridinho com beleza
com leveza e com limpeza
isto agora é que é bailar!

sábado, março 26, 2005

E mais um...

Baile com UXU KALHUS esta noite no Parque de Sta Clara, na Ameixoeira, Lumiar, em Lisboa...
É a semana da AMEIXA:-)
O baile começa ás 21h30 e a entrada é gratuita!

sexta-feira, março 04, 2005

Larico

Bailarico no Mercado da Ribeira, ao Cais Sodré, lá pelas tantas da noite. Dia 24, 5ª feira.
Connosco, os vossos badalos de estimação. Lá terei que ir conspurcar os meus pulmões na grande cidade; eu mais a patroa e mais o tenro rebento, cada dia mais adorável. Até lá, saudosos fãs.

quarta-feira, fevereiro 16, 2005

terça-feira, fevereiro 15, 2005

Xico



Pequena homenagem ao camarada Xico que anda lá fora a lutar pela vida...

segunda-feira, janeiro 10, 2005

Nome

Agora que se aproxima o CD, aceitamos sugestões para o nome do pessoal do grupo e dos 5 mânfios que aqui vêm parar por engano:



Que titulo para o CD?

Sexo Oral (sugestão do Nuno)

Finalmente

Ardubalho

A revolta dos badalos

Badalu's groove

Arde Folc

MetamorFolk

Embondanças

À nossa custa

Outra sugestão (deixar nas mensagens)













4º lugar

Segundo as Crónicas da Terra, os melhores concertos de 2004:

1 - Cramol + Uxia + Moçoilas + Amélia Muge - Auditório Eunice Muñoz
2 - Ronda dos Quatro Caminhos - CCB
3 - Fausto - Aula Magna
4 - Uxu Kalhus - Mercado da Ribeira
5 - Bernardo Sassetti + Mário Laginha - Avante
6 - Mariza - RiR
7 - Danças Ocultas - Forum Lisboa
8 - Tora Tora Big Band - Festa do Bloco de Esquerda
9 - Mísia - Avante
10 - Gaiteiros de Lisboa - RiR
11 - Dazkarieh - Ruínas do Carmo
12 - At-Tambur - RiR
13 - Aldina Duarte - Avante
14 - Pedro Caldeira Cabral - CCB
15 - Rão Kyao - Avante
16 - Terrakota - Santiago Alquimista
17 - Sloppy Joe - Setúbal
18 - Segue-me à Capela - Show case FNAC Almada
19 - Xarabanda + Coro de Porto Moniz -Raízes do Atlântico
20 - Tucanas - Raízes do Atlântico

Malta, temos que atacar o 1º lugar. Bora lá.