sexta-feira, julho 29, 2005

SQUEEZEBLOG

Recente, o SQUEEZEBLOG, o único que conheço em Portugal totalmente dedicado ao ensino e divulgação do acordeão. É da autoria do professor e acordeonista eborense Octávio Martins, a quem tiro o chapéu pela ideia, e enfim, pela iniciativa! Por ora ainda é um jovem blog, a crescer, mas promete muita conversa em torno do acordeão, que, como todos sabem, é o instrumento mais maravilhoso do universo e arredores:-)

quinta-feira, julho 28, 2005

Exemplos deste pessoal




"La chambre bleue" - composition : Stéphane Milleret, extrait (1'16) 1,3 Mo

"Slogan"- composition : Norbert Pignol, extrait (1'27)1,1 Mo

"Delirium tremens" - composition : Stéphane Milleret, extrait (1'41)1,5 Mo






"Ivoirine"- composition : Stéphane Milleret, extrait (1'15) 896 Ko

"César et Monique / A tune for Elsa"- composition : S. Milleret / D. Gourdon, extrait (1'07) 792 Ko

"Le trophée du chameau"- composition : Stéphane Milleret, extrait (1'12) 996 ko



"Circus confetti" - composition : Norbert Pignol, arrangements : N. Pignol / Dédale, extrait (2'55)2 Mo

"No Past"composition : Isabelle Pignol, arrangements : Dédale extrait (0'55) 648 ko





"Décalage horaire" - composition et arrangements :Stéphane Milleret, extrait (1'11) 976 ko

"Banbaloni"composition : Norbert Pignol, arrangements : Obsession, extrait (1'O8) 804 ko

"Vapeur troublante"composition et arrangements :Norbert Pignol, extrait (1'O9)812 ko

Mustradem

Les membres de MusTraDem ne posent pas le métissage en dogme,mais se proposent aujourd’hui de tenir compte du monde tel qu’il est devenu.Il nous importe ainsi de comprendre d’où nous venons pour devenir les artisansde notre propre transformation et de la société dans laquelle nous vivons.Ainsi éviterons-nous les malentendus qui ont amené, à la fin des années 70,l’éclatement du mouvement “folk”et ses dérives communautaristes ;et ne tomberons-nous pas, non plus, dans le piège mondialiste qui voudrait aujourd’hui,à travers des phénomènes de distraction comme la world music, prêter l’alibi du métissage à une inquiétante hégémonie économico-politique.

Tradução manhosa: Os membros de Mustradem não consideram a fusão e a mestiçagem como um dogma, mas defendem que hoje devemos ter em conta o mundo tal como ele é.É importante por isso compreender de onde vimos para nos tornarmos artesões da nossa própria transformação e da sociedade a que pertencemos. Por isso evitaremos os mal-entendidos que levaram no fim dos anos 70 à fragmentação do movimento folk e das seus derivados comunitaristas; e também não cairemos na armadilha mundialista, através de fenómenos de distração como a World Music, onde a pretexto das mestiçagens se legitima uma inquietante hegemonia político-económica.
Subscrevo totalmente.

quarta-feira, julho 27, 2005

Eu sabia!

"Se é verdade que a maior parte dos espécimes coreográficos Portugueses exibe uma configuração tonal, encontramos outros (...) que parecem guardar traços de primitiva configuração modal" ***

Por lo tanto meus amigos, temos é que voltar aos modos, a essência e a diversidade da música de raiz tradicional reside na música modal. Nós nos arranjos da música de baile "modalizamos" a coisa, o que agora está legitimado pelos intelectuais do assunto. Mas há mais:

"Pelo que toca aos Celtas, finalmente, não encontro nos cantos luso-galaicos qualquer carácter especial que se lhes deva atribuir. É certo que pouco ou nada se conhece da música celta, mas (...) ela nada poderia ter de afinidade com a música dos velhos gregos." ***

Mais um mito que cai por terra. Lá se vão os pés de barro dos intercélticos que medram por todos os cantos do país e arredores. Pois, nós é mais música de raizes gregas, visigóticas e tal.

*** Retirado do livro de José Bettencourt da Câmara, "O essencial sobre a música tradicional Portuguesa", Imprensa Nacional - Casa da Moeda

domingo, julho 24, 2005

Cuidados a ter com a flauta

No site de P.G. Bleazey, construtor de flautas e afins, há uma dedicatória à minha pessoa:



Dedicated to Paulo,who plays my recorders in Portugal, sometimes to destruction.

Tudo aconteceu numa manhã en St Chartier, onde depois de tocar umas 5 horas seguidas com uma flauta acabada de comprar, continuei pela manhã a dentro a tocar, até às 12 horas. A diferença de humidade e temperatura rachou a flauta de alto a baixo, e assim, perdi uma flauta e ganhei uma dedicatória.


Manhã de 16 de Julho de 1998.



Baile matinal na mesma ocasião; 2 horas depois a flauta rachava.

segunda-feira, julho 18, 2005

gaitas-de-fole

Um link fresquinho para quem quiser saber mais acerca da gaita-de-fole. É a nova secção do excelente site da Associação Gaita-de-Foles (em Inglês Portuguese Bagpipe Society - acho que tem mais elan!), intitulada Um mundo de Gaitas. Um manacial de informações- História ( um artigo muito interessante e completo acerca da origem, expansão e diversidade da gaita-de-fole) ;Morfologia (os elementos do instrumento, como funciona, e classificação musicológica. Atenção que inclui um magnifico strip tease de gaita, nunca antes visto!); a gaita em Portugal (distribuição, tipos, contextos); e as variadas gaitas que tocam por esse mundo fora (nada mais nada menos que quinze tipologias de gaitinhas, com explanações técnicas, contextualização geográfico-cultural, alusão aos repertórios, fotos, e até mp3) . Os textos são da autoria de José Gomes e Miguel Costa. Fiquei muito impressionada com o trabalho, os meus parabéns á Associação Gaita-de-Foles!

sexta-feira, julho 15, 2005

Andanças UXUKALHUS!!

Estamos aí com a força toda para mais um Andanças.
Vamos deitar a tenda abaixo.
Estou endiabrado, vou partir a loiça toda, e vocês???
Até breve!!

quarta-feira, julho 13, 2005

I´m Back

Olá
É só para dizer que voltei, e para fazer uma linda e brejeira quadra!

Ás Uxinhas e ás suas amiguinhas
Quero dar umas belinhas nas maminhas

Aos Xukalhus e seu vassalus
Quero dar uns xutos nos badalus

Beijinhos, do provedor

segunda-feira, julho 11, 2005

Uxu - beetles formation

Em Loulé fomos 4. O Vasco fez-nos falta, mas a 4 tem o seu encanto: parecia ques estávamos a tocar tudo pela primeira vez. E é verdade, tocamos duas estreias mundiais, uma compsição do Eddy, outra do Vasco + Eddy, sempre com aquele toque especial dos Uxu. Gostámos muito e a coisa funciona na dança e tal.

Entretanto a Olívia abalou para França e levou a mãe com ela. Nós vamos já lá ter a seguir.

quinta-feira, julho 07, 2005

Ensaios

3 dias de ensaios para montar material novo. O sangue volta a correr nas veias dos badalos. Nas artérias é que ainda não sabemos. Para quem fôr a Loulé, ficam a saber que terão surpresas e tal. Ou talvez não...

terça-feira, julho 05, 2005

Sherman



É só para experimentar...

Daqui Eddy - Agora mando eu nisto hehehe!

É só para testar isto!

Estou de Volta!!!!

Pessoal!! Estou de volta ao blog, vamos ver consigo manter-me online!


Cara lavada

A pedido de muitas famílias, mudei o visual da coisa. Passamos de uma cena neo-gótica depressiva para um verde alegre e campestre. Claro que a coisa não é de graça. O compromisso é que os outros badalos escrevam, muitas e muitas vezes. Peço desculpa pelo desaparecimento dos outros comentários, mas a coisa desapareceu sem saber como. Deve ter sido culpa do governo, ou então não. Prometemos mais acção e claro, um CD para breve, montado num cavalo branco, num dia de nevoeiro.

segunda-feira, julho 04, 2005

Vamos a Loulé!!

Mais um baile de Verão com os Uxu kalhus- nós somos a fruta mais fresca da estação a seguir aos DZRT (claro:-))!! Desta vez descemos até ao Algarve, para um belo baile a acontecer dia 10 de Julho pelas 23h, na feira de artesanato de Loulé. O programa musical da feira é bastante interessante, todo virado para a música tradicional- sobretudo a Algarvia- Nomes como as "Moçoilas", "Massa com Feijão", "Moças Nagragadas", "Al'cordeão", e muitos outros. São projectos a conhecer , pelo trabalho louvável que fazem em torno da música Algarvia! Fica aqui o desafio, venham até Loulé!
O programa completo da feira encontram-no aqui.